O melhor mês da minha vida!

Imagina acordar, lavar o rosto, tomar café, lembrar que é dia de ver relatório e… cuspir todo o café vendo que cresceu mais de 4x sua audiência em menos de um mês!

Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo após 26 dias trabalhando em uma marca que estava há alguns meses no seu rebrand, tentando um turn over da audiência. Nessa data já tinha garantido uma audiência Social 468% maior que os meses anteriores… SOMADOS!

E não houve nenhuma mágica no trabalho do time neste mês, a gente fez 4 coisinhas que você pode fazer repetir no seu negócio este mês:

1. Criação da Persona

Começando o período, vimos que todo mundo sabia pra onde ir, mas não tinham certeza de como chegar lá… ou melhor: levar a audiência pra lá.

Com vozes diferentes, era inevitável que fôssemos percebendo que todo mundo tinha sua própria visão de quem era essa nova audiencia.

Por isso o primeiro passo foi dar um rosto e personalidade pra essa audiência na forma de um personagem ficticio, também conhecida como Persona da marca.

Assim, não falariam mais com multidões, mas com uma pessoa específica. Pensariam nela, exerceriam estratégias pra ela e conversariam com ela (muito bom falar com sua Persona, recomendo!).

2. Build, Mesure, Learn

A empresa já tinha no seu DNA algo parecido, o que facilitou muito a busca por dados.

Mas você pode começar criando um hipótese (esse post vai ter sucesso se X acontecer), medir o quanto ele atingiu sua métrica e aprender com isso pra testar melhor em seguida.

A partir dos testes encontramos um jeito diferente de manter a base antiga envolvida nos novos assuntos.

Pensamos numa curva de aprendizado (necessária pra qualquer turn over).

De início, não podemos parar o jeito antigo e entrar com o novo. NÃO MESMO!

Precisa ir aos pouquinho, educando a base pra gostar aos poucos e aquisição de pessoas já com esse gosto:

  • assunto antigo vinha com um twist (na legenda, letras, corte etc) que remetesse o novo assunto
  • assunto novo vinha com segmentação de público (hashtags no Instagrams e Twitter, e recurso de segmentar no Facebook)

O objetivo final é não usar nenhuma dessas estratégias, e só postar o novo assunto, mas paciência está do lado de quem enfrenta algoritmo todo dia.

3. Volumetria correta

Não existe um número mágico a ser alcançado. Cada relação Marca-Usuários é única!

MAAAAAAS, ainda assim, precisa ser um número gerenciável para a equipe. Além da publicação, a equipe de Social Media também executa outras funções importantes, então é necessário que sua house cuida da Criatividade Sustentável e fique longe do Burn out.

Além disso, é muito ruim postar só pra cumprir tabela. Eventualmente, o overposting sem criatividade força desnecessariamente o código.

Se eu tiver que investir em tempo da equipe, sempre invisto em qualidade.

Nesse caso, começamos a metrificar o tempo gasto x audiência social ganha usando taggeamentos lidos pelo Google Analytics e focamos no sucesso.

4. Personificação da marca

O último passo dessa lista já vinha acontecendo em cada um dos itens anteriores: a criação do novo tom de voz da marca com base no Marketing de Influência.

Descobrimos que podíamos falar na primeira pessoa e até ter um pouco de opinião pra dividir com a base. Assim, fortalecíamos o vínculo com as pessoas
criar comunidade em volta dela, ganhando, assim, o status de Creator.

Se você também quer crescer assim, entre em contato comigo.

 



Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *