A concorrência de boa vizinhança: você faz isso?

Quando a gente fala a palavra

“concorrência”

as pessoas começam a tremer.

Essa não é uma palavra maligna, ela apenas retrata a disputa pela atenção do público que duas empresas que vendem o mesmo bem/serviço tem.

Existe um jeito negativo e outro positivo de pensar seu benchmarking: Oceano Vermelho x Oceano Azul.

Vamos ver o sentido de cada um.

O que é Oceano Vermelho?

É, muito provavelmente, o lugar que você está agora. Brigando com o seu concorrente pra ver quem oferece o menor preço ou benefícios. Tentando convencer a mesma pessoa da concorrência, pois vocês têm um produto que funciona no mesmo nicho. Se necessário, vão duelar pela atenção dos usuários até o fim.

Como a Pepsi que é concorrente da Coca-Cola e vista como “2ª opção no Brasil”. Para se destacar, eles assumiram por um tempo o slogan “pode ser” que, apesar de engraçado, denigre a imagem da marca, pois mostra que está perdendo na imensidão que acerca.

O que é Mar Azul?

É o das empresas que… não tem concorrente diretos! Elas encontraram um território de mercado para dominar e, sem reformular seu produto, assumiram autoridade no tema. São vista de formas diferentes pelo usuário, pois criaram ofertas de valor e apaixonaram o público.

Aí nasce o Brand Love.

E o exemplo é a concorrência da Pepsi: a Coca-Cola. Que se colocou num patamar tão longe dos demais refrigerantes de cola, que chegou a ponto de “vender felicidade” ao invés do produto.

Coca Cola - Open happiness

Que é onde eu coloco a Concorrência da Boa Vizinhança.

Após chegar no Mar Azul, sua concorrência não acaba; apenas deixa de ser tão voraz e te permite perceber que, digitalmente, ela era muito maior do que você havia percebido.

Além da concorrência com outras empresas do mercado, você compete com a atenção de creators (influenciadores), um humorista, a produtora de filmes, o ator da série, app de jogos, fotos da família, aquele curso online…

Na Economia da Atenção, onde o algoritmo ajuda quem mostrar estar trazendo mais valor pro seu usuário com o conteúdo digital, vocês não mais competem, mas se retroalimentam com insights do público, aprimorando os testes que fazem com seu Branded Content e melhorando a experiência do usuário naquela rede social.

E você… está operando em qual Oceano?

 



Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *